Curso de Introdução à Biologia Marinha: uma experiência para a vida

Turma de dezembro de 2017 do curso de Introdução à Biologia Marinha. Fonte: Eduardo Donato, 2017 ©.

 

 

A BIOLOGIA MARINHA BIÓICOS

 

A Bióicos é um projeto idealizado há 10 anos pelo professor Dr. Douglas Peiró, que, dentre várias iniciativas (como educação, pesquisa e divulgação científica), promove cursos de biologia marinha para os mais diversos públicos, desde os interessados em geral até estudantes universitários de biologia e áreas afins, capacitando, ainda, profissionais já graduados e atuantes no ramo da biologia marinha.

 

No primeiro final de semana de dezembro tivemos uma edição especial do nosso curso de introdução à biologia marinha. A terceira edição só em 2017!!

 

Confira um pouco do que foram esses três dias intensos e inesquecíveis de curso no paraíso que é Ubatuba/SP!

 

 

EDIÇÃO ESPECIAL: DIAS DE MUITO APRENDIZADO

 

O curso de introdução à biologia marinha da Bióicos conta com aulas teórico-práticas nos diferentes ambientes marinhos e costeiros. Muito mais do que isso, proporciona a vivência e a inserção em cada um dos ecossistemas abordados e visitados, permitindo que os alunos, além de conhecerem a biodiversidade e a importância ecológica desses ambientes, possam ouvir seus sons, sentir seus cheiros e texturas, e se sentir parte disso tudo.

 

O local escolhido como base para o curso é estratégico: a pousada Sununga Flats fica a 50 metros da praia do Lázaro, onde boa parte das atividades é realizada.

 

A primeira aula do curso é extremamente importante para que todas as outras sejam proveitosas: segurança. Os alunos aprendem noções de sobrevivência e de como agir em situações de risco, que servem não só para o curso, mas para qualquer outro momento da vida.

 

cronograma a ser seguido durante o curso é bem completo e intenso, permitindo realizar todas as atividades em apenas três dias. Como não podemos controlar o clima, na edição de dezembro de 2017 tivemos algumas pancadas de chuva. Mas a equipe da Bióicos está sempre preparada! O cronograma foi rearranjado de acordo com as tréguas da chuva e nenhuma atividade foi deixada de lado, todas foram muito bem aproveitadas.

A aula sobre praias arenosas, além da parte teórica, conta com visita a duas praias com características bem diferentes: uma dissipativa e outra refletiva. O mais incrível é que uma está a 50 metros da outra. Como isso é possível? É uma das coisas que os alunos são convidados a refletir e que descobrem durante essa aula.

 

 

Aula prática sobre praias arenosas, em duas praias próximas, com características bem diferentes. Fonte: Julia R. Salmazo, 2017 © e Eduardo Donato, 2017 ©, respectivamente.

 

 

aula de mergulho livre (ou snorkeling) é um dos diferenciais. Depois de receber as instruções em terra, todos vão para o mar colocar em prática as técnicas ensinadas pela equipe.

 

Para muitos alunos, o ponto alto do curso é a aula sobre o manguezal, já que a maioria desconhece esse ecossistema e sua importância. Imersos (literalmente) nessa grande sala de aula, eles podem desfrutar inclusive do seu cheiro característico de enxofre, além de entender de onde é que ele vem.

 

 

Aula prática no manguezal. Fonte: Eduardo Donato, 2017 ©.

 

 

Já na aula de costão rochoso, todos puderam aprender sobre e observar a zonação vertical de distribuição dos organismos que ali vivem, entre outras questões, além de terem a oportunidade de utilizar as técnicas de mergulho livre aprendidas anteriormente para observar os organismos que vivem no infralitoral.

 

Uma aula sobre animais marinhos apresenta um panorama sobre os principais grupos de animais que podemos encontrar em todos os ambientes estudados, o que permite compreender o tamanho da biodiversidade marinha existente.

 

Acha que as noites de curso são só para descansar? Nada disso! Uma aula sobre organismos planctônicos é sucedida pela coleta noturna com rede de plâncton e análise em lupa e microscópio. E, se a claridade permitir, é possível até ver a bioluminescência desses organismos durante a coleta.

 

O curso inclui ainda visitas monitoradas ao Projeto Tamar e ao Aquário de Ubatuba, importantes instituições de conservação que, além de ensinar muito sobre a vida marinha, nos permitem ver e conhecer os animais que não puderam ser vistos em vida livre.

 

 

Visita monitorada ao Projeto Tamar de Ubatuba/SP. Fonte: Eduardo Donato, 2017 ©.

 

 

Falando assim parece que foi tudo incrível, né? Mas…

 

 

…O QUE OS ALUNOS ACHARAM?

 

Na edição de dezembro de 2017 recebemos alunos de vários estados do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Bahia e até do Distrito Federal.

 

A Giovana M. Claudino, de 15 anos, por exemplo, é estudante do Ensino Médio e viajou do Paraná com seu pai para participar. Para ela, a experiência com o curso da Bióicos:

“[…] foi maravilhosa. Minha amiga tinha me marcado num post do curso no Facebook, pois sabe que eu quero fazer Biologia Marinha na faculdade, e eu adorei na hora a ideia que o curso passava. O curso me atendeu todas as expectativas (sic), abrindo mais minha mente nessa área que eu quero como minha futura profissão. Aprendi a mergulhar com snorkel e a observar com cautela toda a praia, não só as conchas na areia e os animais que vivem dentro delas, entre outras coisas (pra não contar e deixar de curiosidade para quem quiser fazer), mas com toda a certeza, o que mais vou levar para a minha vida desse curso vai ser a certeza e a motivação de trabalhar com essa ciência”.

 

Giovana J. Notarberardino, 19 anos, estudante de Biologia da UNESP Bauru, completa:

“Eu vi o curso no Facebook e logo de cara já achei muito interessante por causa das atividades. O curso foi ótimo e superou as expectativas, aprendi muito com ele, principalmente nas aulas práticas”.

 

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Receba os artigos gratuitamente!

© 2019 por Projeto Biologia Marinha Bióicos